sexta-feira, 18 de novembro de 2016

Cesto Organizador Fio de Malha

Pois é...são muitas possibilidades de aproveitamento de um material que seria descartado na natureza.
Olha que fofos estes cestos!
Para comprar
22-992114547
Whatsapp
anapaulacanto@ymail.com 

Maxi Carteira com Fio de Malha


Bolsa Crochê com Fio de Malha

 O mercado da moda dita quase que diariamente novas tendências, modas sazonais e produz novas coleções que alimentam o consumo desenfreado. 
No Brasil, a estimativa de resíduos têxteis é de 175 mil toneladas/ano. Desse total, apenas 36 mil toneladas são reaproveitadas na produção de barbantes, mantas, novas peças de roupas e fios. Segundo dados da Associação Brasileira da Indústria Têxtil e Confecção (ABIT) na região do Bom Retiro, diariamente são descartados, inadequadamente, 12 toneladas de resíduos têxteis (retalhos) produzidos por mais de 1,2 mil confecções. A coleta dos retalhos é realizada de forma desorganizada, sem preocupação com a destinação adequada.
 Cada peça produzida inevitavelmente gera aparas e retalhos que atualmente são descartados no lixo comum. Segundo estimativa do Programa da Organização das Nações Unidas para o Meio Ambiente (Pnuma), o volume de resíduos urbanos deve aumentar do atual 1,3 bilhão de toneladas para 2,2 bilhões de toneladas até 2025. Em relação ao descarte do lixo no Brasil, apenas 58% do total coletado tem como destino os aterros sanitários, terrenos que funcionam de acordo com as exigências legais. O restante é despejado em aterros controlados (24,2%) e em lixões (17,8%), e somente cerca de 4% é reciclado.
 Diante desse cenário, uma das possibilidades para evitar a destinação inadequada dos retalhos é a reciclagem de tecidos, que consiste no processo de reutilizar as sobras de aparas e transformá-las em fios. Por meio de processos industriais, os fios podem ser usados para a fabricação de novos tecidos, estopas, colchões, mobiliários.
Ou então através das mãos de artesãs e artesãos que transformam esse resíduo (Fio de Malha ou Trapilho ) em peças modernas, coloridas, criativas e descoladas. Podemos fazer tapetes, bolsas, almofadas, colares e o que mais a imaginação criar!
No século XXI, quem segue a vanguarda da moda sabe que a sustentabilidade é o único futuro possível num mundo que enfrenta cada vez mais problemas de falta de água e de recursos naturais.
Entrei nessa e estou amando!
Diferente do barbante ou qualquer outro fio que estamos acostumadas a usar, o fio de malha não passa por nenhum processo químico, ele apenas é recolhido e preparado para venda por empresas, que enrolam esse material e facilita nosso trabalho.
Estou usando da marca Fios Guarani, mas existem várias.
O fio de malha não tem numeração e nem essa coisa de "lote" , como estamos acostumadas, aliás, em um mesmo rolo, podem ocorrer variações de espessuras, o que muitas vezes , não altera o resultado final. Devemos adaptar o fio e agulha a peça que vamos fazer.
Vamos olhar com bons olhos esse material, produzindo peças lindas e estilosas!
Para comprar
22-992114547
whatsapp
ou
minha loja no Elo7 clicando AQUI

Clutch - Maxi carteira em Crochê

Clutch Crochê
Maxi carteira ou bolsa
Alça removível
20x15cm
Para Comprar
22-992114547
Whatsapp


Bolsa Crochê Inspiração Wayuu

Bom dia!
Hoje trago encomendas concluídas, bolsas em crochê inspiradas nas bolsas Colombianas "Wayuu"
Para comprar
22-992114547
Whatsapp
ou
Elo7 

quarta-feira, 26 de outubro de 2016

Tapete Redondo em Crochê

Olá pessoal!
Vi esse tapete no blog da querida Rosangela, visitem clicando AQUI , e foi paixão de cara, não sosseguei enquanto não fiz!
Já fiz no outro mês, mas só agora consegui postar.
 
Usei barbante 6 e agulha 3.5mm
Utilizando a técnica do Tapestry Crochet ou Fio Conduzido
Não tenho gráfico, fiz por fotos.
Para comprar
22-992114547 Whatsapp
ou
Minha loja no Elo7

Estou no Instagram também, para seguir Clique AQUI
Foto inspiração, não tenho gráfico! 

domingo, 23 de outubro de 2016

Bolsa Crochê com Fio de Malha

 O mercado da moda dita quase que diariamente novas tendências, modas sazonais e produz novas coleções que alimentam o consumo desenfreado. 
No Brasil, a estimativa de resíduos têxteis é de 175 mil toneladas/ano. Desse total, apenas 36 mil toneladas são reaproveitadas na produção de barbantes, mantas, novas peças de roupas e fios. Segundo dados da Associação Brasileira da Indústria Têxtil e Confecção (ABIT) na região do Bom Retiro, diariamente são descartados, inadequadamente, 12 toneladas de resíduos têxteis (retalhos) produzidos por mais de 1,2 mil confecções. A coleta dos retalhos é realizada de forma desorganizada, sem preocupação com a destinação adequada.
 Cada peça produzida inevitavelmente gera aparas e retalhos que atualmente são descartados no lixo comum. Segundo estimativa do Programa da Organização das Nações Unidas para o Meio Ambiente (Pnuma), o volume de resíduos urbanos deve aumentar do atual 1,3 bilhão de toneladas para 2,2 bilhões de toneladas até 2025. Em relação ao descarte do lixo no Brasil, apenas 58% do total coletado tem como destino os aterros sanitários, terrenos que funcionam de acordo com as exigências legais. O restante é despejado em aterros controlados (24,2%) e em lixões (17,8%), e somente cerca de 4% é reciclado.
 Diante desse cenário, uma das possibilidades para evitar a destinação inadequada dos retalhos é a reciclagem de tecidos, que consiste no processo de reutilizar as sobras de aparas e transformá-las em fios. Por meio de processos industriais, os fios podem ser usados para a fabricação de novos tecidos, estopas, colchões, mobiliários.
Ou então através das mãos de artesãs e artesãos que transformam esse resíduo (Fio de Malha ou Trapilho ) em peças modernas, coloridas, criativas e descoladas. Podemos fazer tapetes, bolsas, almofadas, colares e o que mais a imaginação criar!
No século XXI, quem segue a vanguarda da moda sabe que a sustentabilidade é o único futuro possível num mundo que enfrenta cada vez mais problemas de falta de água e de recursos naturais.
Entrei nessa e estou amando!
Diferente do barbante ou qualquer outro fio que estamos acostumadas a usar, o fio de malha não passa por nenhum processo químico, ele apenas é recolhido e preparado para venda por empresas, que enrolam esse material e facilita nosso trabalho.
Estou usando da marca Fios Guarani, mas existem várias.
O fio de malha não tem numeração e nem essa coisa de "lote" , como estamos acostumadas, aliás, em um mesmo rolo, podem ocorrer variações de espessuras, o que muitas vezes , não altera o resultado final. Devemos adaptar o fio e agulha a peça que vamos fazer.
Vamos olhar com bons olhos esse material, produzindo peças lindas e estilosas!


Para comprar
22-992114547
whatsapp
ou
minha loja no Elo7 clicando AQUI
Patches, super tendência!
Fiz em crochê, mas já encontramos pra comprar em armarinhos, daqueles que coloca com o ferro quente.  

sábado, 22 de outubro de 2016

Bolsas em Crochê

Em um cantinho aqui de casa...meu trabalho (Bolsas em Crochê) e na parede, obra do Zé Roberto (também conhecido como marido meu ) ♡


Ando em falta com as postagens e também com agradecimentos as meninas que sempre estão aqui e deixam recadinhos:

http://maysa14.blogspot.com.br/ 

http://aprendendo-criando.blogspot.com.br/ 

http://crocheteandomomentos.blogspot.com.br/ 

 sei também que outras passam e muitas vezes não temos tempo de comentar, mas entendo, são muitas tarefas no nosso dia e as horas passam rápido demais, sem falar na praticidade em postar nas outras redes socias como Instagram ou Facebook, aliás estou nos dois também e posto quase todos os dias, sigam lá, vou deixar o link aqui:

Meu Instagram

Meu Facebook 


Fiz bolsas , de vários cores, com alça removível, que também pode ser usada como Maxi Carteira(Clutch)


Para comprar


22-992114547 whatsapp 


ou


Minha loja no Elo7 


Beijinhos